terça-feira, 16 de julho de 2013

Agronegócio brasileiro corresponde por 37% dos empregos, afirma Riedel



O agronegócio tem extrema relevância para a economia do Brasil. Ele é responsável pela geração de 37% dos empregos no País e movimenta bilhões todos os anos com as exportações. A afirmação é do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul - FAMASUL, Eduardo Riedel, durante sua palestra Perspectivas do Agronegócio Nacional e Mundial, parte da programação do 1° Encontro do Agronegócio de Alcinópolis, na manhã deste sábado passado (13/07).

Segundo a FAMASUL, há um ano o agronegócio chegou a responder por 80% das exportações dos produtos sul-mato-grossenses e cresce em torno de 21% ao ano. No último levantamento a agricultura e a pecuária do Estado foram responsáveis por 16,6% das riquezas produzidas em Mato Grosso do Sul.

Com pouco mais de cinco mil habitantes, Alcinópolis, ao norte do Estado tem como sua base econômica a pecuária. Entretanto, a inserção de novas culturas, em especial da agricultura e a utilização de novas tecnologias no cotidiano do produtor rural da região motivaram a realização do Encontro do Agronegócio, organizado pela Prefeitura Municipal e Sindicato Rural, com apoio do Sistema FAMASUL, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e entidades relacionadas ao setor rural.

Durante sua apresentação, Riedel destacou a importância da utilização de novas tecnologias e caracterizou a ação como aliada para o desenvolvimento da agropecuária, enfatizando o impacto no desenvolvimento econômico gerado pela atualização frequente.

“Antes o povo brasileiro tinha que exportar alimentos. hoje, graças às novas tecnologias isso mudou. Se fizermos um comparativo entre o ano de 1977 e 2012, houve aumento de 35% na área de produção do Brasil e hoje nosso mercado consumidor é forte e exportamos muito, ou seja, ganhamos espaço”, ressaltou o presidente da Federação.

Para o prefeito de Alcinópolis, Ildomar Carneiro Fernandes, o apoio das entidades representativas do agronegócio, incentiva os produtores a buscarem maior conhecimento e investir mais no crescimento do setor na região. “Parcerias como a da Famasul, Senar e outras entidades fazem a diferença. Por meio destes apoiadores que vamos aproximar os produtores das tecnologias e contamos com estes parceiros para nos orientar e mostrar qual caminho seguir para melhorar a nossa produtividade e inserir novas culturas”, afirma o prefeito que mencionou o objetivo de incentivar o crescimento da psicultura e da atividade agrosilvopastoril na região.

O superintendente da Indústria e Comércio de Mato Grosso do Sul, Ademar da Silva Júnior também participou do evento e ministrou a palestra “Potencial Agroindustrial da região de Alcinópolis – Uma oportunidade”. Durante a palestra Silva Júnior exaltou a importância da diversificação do setor agropecuário e a expansão agroeconômica de Alcinópolis. “A região norte de Mato Grosso do Sul é a bola da vez na economia. Ela está no caminho do desenvolvimento e do progresso, mas a diversificação do setor é fundamental em qualquer região”, avaliou.

Fonte:FAMASUL adaptado e resumido pelo blogueiro

Siga nos no Twitter=>@jlmmattos

Nenhum comentário:

Postar um comentário