sexta-feira, 2 de agosto de 2013

PF diz que índio foi morto em fazenda com arma de calibre acima de 38



O laudo pericial sobre a causa da morte do indígena da etnia terena Oziel Gabriel, 36 anos, durante a reintegração de posse da fazenda Buriti, em Sidrolândia (MS), aponta que ele foi atingido por um tiro de arma com calibre acima de 38. A informação é do superintendente da Polícia Federal (PF) em Mato Grosso do Sul, Edgar Marcon.

Marcon afirmou ao G1, na manhã desta quinta-feira (1º), que o documento excluiu a possibilidade do tiro ter partido de arma de calibre pequeno ou de fuzil; confira a matéria na íntegra =>(http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2013/08/pf-diz-que-indio-foi-morto-em-fazenda-com-arma-de-calibre-acima-de-38.html)

Siga IMOVEI$ RURAI$ OPORTUNIDADE$ & NEGÓCIO$ no twitter->@jlmmattos

Nenhum comentário:

Postar um comentário